segunda-feira, 25 de abril de 2016

RESUMÃO dos ultimos tempos - A alvoroçada chegada de Samuel

Pra não contar em dias o tempo que faz que eu não posto nada... Samuel está a beira dos 7 meses... Mas eu chego lá. Vou contar essa semana (que antecede o aniversário de 4 anos - nossa!- do Theo, sobre nossos ultimos momentos).

De hoje... começo com meu relato de parto escrito nas primeiras semanas. Eu disse a mim mesma que escreveria novamente de cabeça fria. Essa cabeça fria ainda não veio. Tudo permanece quentinho na minha cabeça e como a maternidade 2.0 nos faz diferentes.

Como  mãe em segunda viagem, ainda não sei tudo. Jamais saberei - MESMO!. Mas uma coisa eu sei. Theo me ensinou tanto sobre como ser mãe e o Samuel deverá ser-lhe eternamente grato (como em toy story). Se tenho sido uma mãe melhor até para ele (Theo) é por que muito se passa após uma segunda maternidade. Temos muito caminho a percorrer essa semana... entao, vamos por partes:

Relato do meu segundo parto - A alvoroçada chegada de Samuel (escrito em 1.10.2015)


"Samuel chegou ontem. Com 40+2. As 16:13. Pesou 3410kg. Mediu 48,5. Internei as 14h com 4cm, usei somente da minha ocitocina, da nossa. Foi uma delícia! Rápido, rapidissimo. Ate me surpreendi. Um atendimento quase humanizado atende o harm, mas ainda ha muito chão. Meu médico quase 100% hand off, respeitou minha posição (para alvoroço das enfermeiras), entrei de 4 na sala, briguei até achar a posição que me favoreceu quando coroou. Ouvi muita reclamação, mas nem escutei. Olhava a feição do médico e ele estava observando apenas. Em contrações eu agarrava uma enfermeira que pedia pra deitar enquanto eu urrava e dizia que não. Veio pra mim ao nascer, cordão pulsou o quanto precisou... ate parar e o papai cortar muitíssimo emocionado (do primeiro ele nao pode ter essa bênção). Placenta nasceu... pontos da episio (essa não escapou) muito mais consciente do meu corpo nessa segunda gestação. Determinada e confiante de que eu posso, sim. O parto é meu.
No quarto, ouvi que nem parecia que tinha acabado de trazer uma vida. Obrigada meu Deus! Obrigada doulas cibernéticas e as amigas dispostas a nos acalentar o coração sempre.
Isso é só um suspiro. O relato vira depois."

No fim... o exame dele constatou que nasceu na realidade as 39 semanas completas. Não havia por que temer a espera. É sempre uma doce espera. Minha recuperação foi mais rápida - ou mais consciente? - senti mais intensa porem por menos que uma semana os pontos da episio. Repousei. Por 1 mes não quis receber visitas. Curti o aconchego do ninho com meus meninos e o Theo foi (e permanece sendo) só amores. Sem ciume, sem neuras, nem estresse e preocupações.
Na amamentação a livre demanda, meu menino vem crescendo feliz e expressivo.

nos próximos capitulos do resumão: Sono, Vacinas e amamentação.
até lá, bjos NINA e os meninos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pela participação!
Deixe o seu blog para que eu possa retribuir!
Nina e Theo